Quer saber o limite de dinheiro para sair do Brasil? Confira neste artigo

Joao Marcos

Viajar para fora do Brasil - seja por necessidade, seja a lazer - engloba uma série de burocracias. Quando o assunto é dinheiro, não é diferente: existem diversas regras sobre quantias, declarações e formas de retirar os valores do país. Por isso, para uma viagem tranquila e sem surpresas desagradáveis, é essencial que você se informe antes e preste atenção ao trâmite adequado dos procedimentos.

Então, quanto dinheiro posso levar no avião? Saiba quanto em espécie em uma viagem internacional, como declarar os valores levados e o que pode acontecer quando você não adota o procedimento correto.

Por fim, conheça também os serviços da Wise! Uma alternativa econômica e confiável para você levar e administrar seu dinheiro no exterior:

Saiba tudo sobre a Wise 🌏

Quanto dinheiro em espécie posso levar no avião?

A princípio, é possível que você saia do Brasil levando a quantidade de dinheiro que desejar. O que acontece, entretanto, é que a partir de determinado valor torna-se necessário declarar à Alfândega o quanto está sendo levado, para fins de controle geral e eventual recolhimento de tributos.

Nesse sentido, existe existe um limite de 10 mil reais (ou o equivalente em outras moedas) que podem ser levados em espécie e sem necessidade de declaração. Esse é o limite de dinheiro para viagem ao exterior com a Receita Federal.

Como fazer a declaração de saída de valores?

Ultrapassado esse limite estabelecido pela Receita Federal, torna-se necessária a adoção do seguinte procedimento¹:

  1. Preencher e enviar a Declaração Eletrônica de Bens do Viajante (e-DBV) por meio do oficial da Receita ou pelo aplicativo Viajantes no Exterior, você deve . Isso poderá ser feito durante os 30 dias antes da viagem². A partir do momento em que você iniciar o preenchimento da e-DBV, poderá salvá-la como rascunho e realizar modificações até o dia da viagem

  2. No dia da viagem, no momento em que passar pela Alfândega, dirija-se à fila com a menção de “bens para declarar” e leve consigo o seguinte:

    • O dinheiro em espécie que foi declarado no procedimento online
    • A e-DBV preenchida, para fins de conferência dos dados
    • O comprovante mostrando a origem do dinheiro. Caso você tenha comprado em instituição financeira, é necessário levar o recibo da compra. Caso já tenha entrado no Brasil com o dinheiro, deve apresentar a declaração que entregou à Receita Federal Brasileira aquando da sua entrada. Caso seja viajante não residente no Brasil, deverá comprovar como se deu o recebimento dos valores (cheques, ordens de pagamentos ou saques mediante cartão de crédito internacional, por exemplo)
Leia também: Recebi dinheiro do exterior, preciso pagar imposto?

O que acontece se não fizer a declaração do dinheiro em espécie?

Apesar do procedimento ser um pouco trabalhoso e tomar tempo, é importante que você preencha a e-DBV e preste atenção às normas estabelecidas pela Receita Federal, pois não apresentar a declaração pode resultar em:

  1. Retenção ou mesmo perdimento do excedente dos 10 mil reais;
  2. Sanções penais, nos termos da lei.

Qual a maneira mais simples de ter seu dinheiro no exterior?

Caso você prefira evitar o transtorno de viajar levando dinheiro em espécie consigo, uma boa opção é remeter os valores diretamente para uma conta bancária no país de destino. Assim, caso você possua um amigo, familiar ou alguma conta própria fora do Brasil, pode enviar seu dinheiro por meio da Wise.

Quer saber exatamente quanto vai gastar fazendo a conversão dos seus reais? Use o simulador abaixo e confira:


O procedimento de remessa é simples, transparente e oferece um preço justo aos seus usuários - que, não à toa, já são mais de 4 milhões ao redor do mundo.

Por que motivo é mais barato?

Taxa de câmbio comercial. Um dos principais diferenciais da Wise reside justamente no fato de ser usado o câmbio comercial como base para todas as operações de remessa. Ou seja, utiliza-se o câmbio real e justo, sem margem de cobrada em cima. Você pode confirmar os valores do câmbio que vê no site da empresa, indo no Google ou em outro site como Yahoo Finanças, XE, etc..

Operações locais. É importante também lembrar o método usado para fazer as remessas, que evita os custos normalmente cobrados em transferências internacionais. Ao invés de remeter o dinheiro diretamente para o exterior por meio de transferência SWIFT, o dinheiro que você paga é primeiro recebido pelo parceiro local no seu país de origem. Depois, no país de destino, a Wise se encarrega de fazer o mesmo processo para enviar a transferência para o destino.

Como fazer transferência com a Wise?

Para isso, temos um vídeo completo explicando o passo a passo:

Gostou? Abra sua conta agora e comece a economizar:

Abra sua conta gratuita aqui 💰

Fontes usadas neste artigo:

  1. Receita Federal - Viagens Internacionais
  2. Receita Federal - Guia do Viajante

Consulte os termos de uso e a disponibilidade de produtos para a sua região ou visite tarifas da Wise e preços para obter os preços mais atualizados e informações sobre tarifas.

Esta publicação é fornecida para fins de informação geral e não constitui aconselhamento jurídico, tributário ou outro aconselhamento profissional da Wise Payments Limited ou de suas subsidiárias e afiliadas, e não se destina a substituir a obtenção de aconselhamento de um consultor financeiro ou de qualquer outro profissional

Não fornecemos nenhuma declaração, garantia ou aval, expresso ou implícito, de que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

Dinheiro sem fronteiras

Saiba mais

Dicas, novidades e atualizações para a sua região