Intercâmbio na Nova Zelândia: tire suas dúvidas

Joao Marcos

Um intercâmbio na Nova Zelândia faz parte do desejo de muitas pessoas, de diferentes perfis e é fácil entender o porquê: um país com muita qualidade de vida e educação, natureza exótica, cultura vibrante e aventuras para diferentes perfis.

Mas antes de desembarcar para uma temporada de estudos na Nova Zelândia, vamos explorar os tipos de experiência possíveis, escolhas que precisam ser consideradas e alternativas econômicas para planejar as finanças.

Preço: quanto custa um intercâmbio na Nova Zelândia?

O valor de um intercâmbio na Nova Zelândia varia de acordo com o tempo de permanência no país, o objetivo da viagem, a cidade onde você deseja ficar e a instituição escolhida para fazer o curso.

Existem várias modalidades de intercâmbio de acordo com a faixa etária e objetivo, desde experiências para jovens no ensino regular que duram no mínimo 6 meses, cursos de inglês para aprender ou aperfeiçoar o idioma, ou até o ingresso em universidades para o ensino superior.

Confira o valor médio inicial de alguns desses programas¹:

Modalidade Duração Valor médio
High School 6 meses NZD $ 14.000
Curso de inglês 1 mês NZD $ 1.400
Universidade 1 ano NZD $ 20.000

Faça a conversão e saiba exatamente quanto isso custará em reais:

O que é preciso para fazer intercâmbio na Nova Zelândia?

Para fazer um intercâmbio na Nova Zelândia são necessários alguns documentos e procedimentos.

Se você planeja visitar a Nova Zelândia por menos de 3 meses, pode solicitar um NZeTA (New Zealand Electronic Travel Authority)² antes de viajar ao invés de se aplicar para um visto de estudante.

O processo é mais simples. O documento sai em até 72 horas, mas pode levar apenas 10 minutos. A solicitação NZeTA custa NZD $ 9 pelo aplicativo do governo da Nova Zelândia ou NZD $ 12 se concluída online.

O pretendente ainda paga NZD $ 35 pela Taxa Internacional de Conservação e Turismo (IVL).

Para se aplicar para um Visto de Estudante , primeiro é preciso ser aceito por um instituto de educação aprovado pelo Ministério da Educação ou pela Autoridade de Qualificações da Nova Zelândia (NZQA).

abrir-conta-nova-zelandia

A taxa paga para aplicação ao Visto fica em torno de NZD $ 330. Os documentos básicos para conseguir um visto de estudante da Nova Zelândia inclue³:

  • Uma foto colorida estilo 3x4;
  • Um passaporte válido por pelo menos 3 meses após o dia em que você planeja sair da Nova Zelândia;
  • Um documento que confirme uma oferta de vaga ou matrícula na instituição de ensino escolhida;
  • Comprovação de recursos para se manter no país;
  • Atestado de saúde, incluindo exames médicos por um médico credenciados;
  • Seguro médico e viagem;
  • Passagem de volta ou prova de que você poderá pagar por uma;
  • Certificado de antecedentes criminais se tiver mais de 17 anos e for permanecer no país por mais de 24 meses.

Outro requisito para conseguir autorização é ter recursos suficientes para se sustentar enquanto estuda no país. É preciso ter em caixa NZ $ 15.000 para o seu primeiro ano de estudo ou NZ $1.250 para cada mês se o programa de estudo durar menos do que 36 meses - esse valor também é necessário para quem entra no país com a solicitação NZeTA.

Outro aspecto do processo é a exigência de que o solicitante passe por exames médicos e uma consulta com um médico credenciado pelo órgão de imigração neozelandês.

Os exames variam conforme o tempo de permanência no país e incluem, por exemplo, um raio-x do tórax. Estado dentro dos critérios, esse médico emite a certificação ASH – Acceptable Standard of Health.

Leia também: Qual moeda levar para a Nova Zelândia?

Como fazer intercâmbio na Nova Zelândia: decisões importantes

Fazer um intercâmbio na Nova Zelândia é uma ótima opção para quem deseja aprender ou aperfeiçoar o inglês, e para quem busca uma graduação ou especialização. É uma imersão cultural em um país de geografia e cultura únicos, com alto índice de desenvolvimento econômico e humano.

O primeiro ponto a ser observado na hora de considerar o país é a distância. A Nova Zelândia é formada por duas ilhas, a Noth e a South Island, a mais de 2 mil quilômetros da Austrália.

Com uma viagem tão longa a frente, é importante pensar bastante sobre a duração do intercâmbio. Existem opções de cursos básicos com curta duração até opções com 6 meses ou mais para quem busca aprofundamento no idioma ou em alguma área profissional.

intercambio-nova-zelandia

Outro aspecto é escolher uma cidade com clima agradável para você. Por ser um país com território longo e estreito, existe uma grande amplitude: do clima quente e seco à neve.

Entre as cidades mais conhecidas, Auckland fica bem ao norte a North Island e por isso tem clima seco e quente, com uma leve queda de temperatura no inverno.

A capital Wellington fica mais ao sul da North Island e tem clima subtropical, mas é mais chuvosa e temperatura mais amena. Já no extremo oposto, Queenstown que fica na South Island não tem um verão tropical e tem neve quase todos os meses mais frios do ano.

Da mesma forma, a escolha da cidade onde verá irá estudar na Nova Zelândia deve considerar seu estilo de vida. Auckland é a maior cidade do país e mais badalada, assim como Wellington.

Já Queenstown é uma cidade mais tranquila e pequena, mas é super conhecida por ser a capital dos esportes radicais: estações de ski, bungee-jump, asa delta, entre outras aventuras.

É possível trabalhar e estudar durante meu intercâmbio na Nova Zelândia?

Uma das vantagens que leva muitas pessoas a estudar na Nova Zelândia é a possibilidade de trabalhar durante o intercâmbio com o visto de estudante⁴.

Para um estudante de inglês, as condições do visto permitem trabalhar por até 20 horas por semana. Para isso, o estudo precisa ser em tempo integral e o programa deve durar pelo menos 14 semanas - esse tempo pode incluir estudos anteriores no país, desde que o novo curso continue de onde o outro parou e seja com a mesma instituição educacional.

Para estudantes de graduação, é possível trabalhar até 20 horas por semana se o curso durar pelo menos 2 anos ou caso esteja estudando para uma qualificação que lhe dá pontos para um pedido de Skilled Migrant Category Resident Visa, uma categoria de visto de residência.

Quem está se especializando profissionalmente poderá trabalhar em tempo integral durante feriados de Natal e Ano Novo e nas férias escolares.

Como abrir uma conta bancária na Nova Zelândia antes de sair do Brasil?

Ao preparar as finanças para um intercâmbio da Nova Zelândia, uma das vantagens é poder sair do Brasil com uma conta em dólares neozelandeses e um cartão de débito internacional que poderá ser usado no país.

wise-conta-multimeda

Com a Wise é possível abrir uma conta multimédia sem sair de casa e criar um saldo NZD que terá dados bancários oficiais do país. Antes mesmo de viajar é possível realizar transferências e pagamentos na moeda local.

Além de facilitar todo o processo, a Wise oferece as menores tarifas do mercado na hora de converter o dinheiro, com câmbio comercial para moeda da Nova Zelândia. As tarifas são apresentadas de forma transparente, sem taxas escondidas.

Você chega no país com um conta e um cartão internacional que pode ser usado em mais de 200 países.

Leia também: Como abrir uma conta internacional: saiba tudo

Fontes consultadas neste artigo:

  1. New Zealand Education. Tuition fees
  2. New Zealand Government. Information about NZeTA
  3. New Zealand Government. Before you apply for a student visa
  4. New Zealand Government. Working while on a student visa

Fontes consultadas pela última vez em 31 de janeiro de 2022


Consulte os termos de uso e a disponibilidade de produtos para a sua região ou visite tarifas da Wise e preços para obter os preços mais atualizados e informações sobre tarifas.

Esta publicação é fornecida para fins de informação geral e não constitui aconselhamento jurídico, tributário ou outro aconselhamento profissional da Wise Payments Limited ou de suas subsidiárias e afiliadas, e não se destina a substituir a obtenção de aconselhamento de um consultor financeiro ou de qualquer outro profissional

Não fornecemos nenhuma declaração, garantia ou aval, expresso ou implícito, de que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

Dinheiro sem fronteiras

Saiba mais

Dicas, novidades e atualizações para a sua região