Os 10 melhores sites de compras online em Portugal

Fernando Figueiredo

O crescimento das compras online tem sido uma constante ao longo dos últimos anos, e a pandemia do Covid-19 veio acelerar ainda mais este processo. Seduzidos pelo conforto e segurança da compra e entrega em casa, os portugueses têm mudado os seus hábitos.

Veja uma lista detalhada dos melhores sites de compras online em Portugal, e conheça também a conta multimoeda gratuita da Wise, que permite fazer pagamentos internacionais em mais de 40 moedas.

Economize nas compras
online com a Wise 💰

Os melhores sites de compras online: ranking

sites compras

1. Dott

O Dott define-se como o maior shopping online de Portugal. Nascido em 2019, com investimentos da Sonae e dos CTT, prometia fazer a ligação digital entre os portugueses e centenas de marcas nacionais e internacionais de múltiplas categorias, e é isso que tem feito.

As compras podem ser devolvidas sem custos, num prazo de 14, mesmo que não tenham defeitos (como estipula a lei europeia, que abrange a maioria das compras online, com o seu período de reflexão¹). No entanto têm que ser devolvidas diretamente à marca/loja específica a que pertence o produto e não ao Dott.

O Dott centraliza inúmeras marcas, mas parte da operação logística continua a cargo das respetivas empresas individuais. Por isso, se fizer uma encomenda com produtos de fornecedores diferentes, eles serão enviados em separado e podem chegar em dias diferentes.

2. Amazon

Amazon é sinónimo de comércio eletrónico. É a maior empresa do setor em todo o mundo e há poucas coisas que não consiga encontrar nos seus domínios. Tem uma capacidade de influência ímpar nas tendências de compra online.

O gigante do e-commerce não tem armazém em Portugal, por isso o domínio espanhol (amazon.es) é a escolha mais segura para fazer as suas encomendas. O envio standard tem um custo máximo de 3,49€ e um tempo de entrega estimado entre quatro a cinco dias úteis.

Também é possível fazer compras na Amazon UK e Amazon US e enviar para Portugal.

3. Fnac

A Fnac nasceu em França, em 1954, mas tornou-se uma referência também em Portugal, onde chegou em 1998. Inicialmente popularizada pelos produtos culturais e eletrónicos, a empresa hoje vende em várias outras categorias, como Casa e Decoração ou Bricolage.

Para além dos seus produtos próprios também funciona atualmente como marketplace, vendendo produtos de lojas terceiras, que recorrem à sua plataforma de eCommerce para promover o seu inventário.

Está presente com lojas físicas nas maiores cidades portuguesas e em grande parte das zonas do país com maior densidade populacional.

4. Zara

É o maior retalhista de roupa do mundo e parte da Inditex, o conglomerado de empresas da indústria da moda que integra ainda a Pull and Bear, a Massimo Dutti e a Bershka, entre outros.

A Zara começou em Espanha, mas é popular um pouco por todo o mundo e Portugal não é exceção, com as suas lojas a serem uma componente habitual da malha urbana portuguesa.

No primeiro trimestre de 2020, na sequência da pandemia, o grupo Inditex reportou os primeiros prejuízos da história, o que reforçou a aposta da Zara no digital, e mais concretamente no seu site de compras online, que já era popular em Portugal³.

sites portugal

5.eBay

O eBay é o maior site global de leilões, onde pode licitar produtos novos e usados de todos os tipos e feitios.

Apesar de ter ficado famoso pelos leilões, o eBay tem hoje lojas inteiras a vender produtos dentro dos seus domínios, sendo nesta altura uma plataforma de comércio eletrónico transversal.

Dada a facilidade de acesso à plataforma, é sempre importante verificar a credibilidade e fiabilidade do vendedor. Olhar para os custos de envio também é imprescindível, já que, sobretudo nos produtos de baixo custo, eles podem tornar a compra menos vantajosa que o esperado.

🔎 Leia também: Como comprar no eBay em Portugal

6. Worten

A empresa de retalho de eletrónica do grupo Sonae tem-se tornado, cada vez mais, omnipresente. Depois de ganhar espaço físico um pouco por todo o país, tem vindo a estender a sua preponderância também ao espaço digital.

Em 2018 a Worten lancou o seu próprio marketplace, passando a integrar online produtos de lojas de terceiros, que não estão disponíveis nas lojas físicas da Worten. Incluindo produtos fora do ramo eletrónico.

No segmento dos eletrodomésticos e informática é uma marca com uma penetração extremamente alta no mercado português, tanto online como offline.

7. AliExpress

Parte do grupo chinês Alibaba, o AliExpress destaca-se pelos produtos baratos e muito variados.

O AliExpress faz apenas a ligação entre consumidores e fornecedores, não vendendo os produtos de forma direta. Daí ser necessário atenção redobrada aos fornecedores, tempos estimados de entrega e detalhes dos produtos.

As devoluções poderão ser problemáticas e nem todos os vendedores presentes na plataforma serão confiáveis. Mas a ausência de garantias não tem impedido este site de se tornar cada vez mais popular, graças aos seus preços.

🔎 Leia também: Como comprar no AliExpress em Portugal

8. Wish

Apesar de ter algumas semelhanças com o AliExpress (grande parte do seu inventário está na China e, tal como o AliExpress, a Wish não detém os produtos que vende), a Wish foi fundada nos Estados Unidos por um antigo engenheiro da Google. Não é por isso um site de compras chinês, como muita gente acredita.

Desenhada inicialmente como uma aplicação para criar “listas de desejos” de compras, e depois fazê-las corresponder com os fornecedores certo, o modelo de negócio foi evoluindo até chegar ao gigante do comércio eletrónico que é hoje. Com marketing agressivo e uma grande preponderância de produtos baratos.

Para aceder a todas as funcionalidades da aplicação ou site, é necessário registar-se. Por incluir múltiplos fornecedores independentes, é importante verificar se são confiáveis antes de confirmar uma compra.

9. Gearbest

A Gearbest tem a sua sede em Hong Kong e faz dos produtos eletrónicos de origem chinesa o seu foco. A qualidade crescente da indústria tecnológica chinesa fez disparar o interesse pelo site da Gearbest em portuguesa.

Muitas vezes é possível encontrar produtos de ponta não disponíveis em Portugal, ou que nas loja portuguesas têm preços muito superiores. A distância pode criar problemas logísticos, e as devoluções e garantias não estão asseguradas como para os produtos comprados em solo europeu.

A verdade é que estes inconvenientes, a que se podem somar problemas na alfândega no momento da importação, não têm impedido os portugueses de comprar cada vez mais na Gearbest, a reboque das novas marcas tecnológicas chinesas.

10. KuantoKusta

O KuantoKusta é um comparador de preço que encaminha os utilizadores para os vendedores finais, ao mesmo tempo que permite também finalizar a compra dentro da plataforma.

Fundado em 2005 e focado inicialmente nos produtos eletrónicos, foi integrando outras gamas de produto e mais recentemente evoluiu para marketplace, o que o faz funcionar como um site híbrido, que tanto encaminha para o site do fornecedor como possibilita a compra direta.

A possibilidade de comprar diretamente no site do KuantoKusta só está disponível para algumas marcas.

Wise: Pagamentos internacionais em mais de 40 moedas

wise-account

Quem pretende fazer compras em diferentes moedas, como euros, dólares, libras, entre outras, a Wise tem uma solução para si: mais de 40 moedas numa só conta.

A conta multimoeda da Wise não possui taxa de abertura nem de manutenção, e faz a conversão entre moedas usando a taxa de câmbio comercial, a mesma que encontra no Google.

Ao possuir a conta também é possível adquirir um cartão de débito da Wise para fazer compras e pagamentos pelo mundo. Inclusive, conta com a opcão de cartão virtual, o que inclui uma camada adicional de segurança nas suas compras.

A conta Wise oferece vários benefícios:

  • Pode pagar em mais de 40 moedas, evitando as taxas de câmbio desfavoráveis
  • Evita as conversões caras de sites internacionais
  • Informa de forma simples e exata quanto irá pagar no total

Abra agora sua conta
da Wise gratuitamente 🚀


Como garantir que um site de compras é confiável?

Não existe uma prova definitiva para garantir que um site é confiável, no entanto há vários procedimentos que permitem que faça as suas compras online com maior segurança:

1️⃣ Se comprar produtos em sites geridos a partir de países da União Europeia está abrangido por uma série de garantias e direitos, que facilitam a devolução, e lhe dão maior proteção em caso de práticas comerciais desleais¹

2️⃣ Se não conhece o site de compras em questão, pesquise sobre ele noutros sites ou recolha mais informação junto de conhecidos. Verifique e confronte diferentes opiniões antes de fazer uma compra

3️⃣ Se pretende fazer compras num marketplace que integra diferentes fornecedores, lembre-se que muitas vezes a logística, o controlo de qualidade e o atendimento ao cliente não funcionam de forma uniforme para todas as marcas presentes nesse site. Procure opiniões sobre o fornecedor específico ao qual quer fazer uma compra (muitos marketplaces incluem opiniões e avaliações sobre os seus diferentes fornecedores)

⚠️ Todos os 10 sites de compras online listados acima são, à partida, confiáveis, mas isso não significa que todos os fornecedores disponíveis nesses sites o sejam. Tenha também presente que mesmo os sites mais credíveis não estão isentos de problemas, como de resto acontece com qualquer loja física.

cartao-wise


Fontes:

  1. Garantias e devoluções UE
  2. Posso devolver um produto? - Suporte Dott
  3. Dono da Zara passa de prejuízos a lucros de 671 milhões até outubro - Jornal Eco

Consulte os termos de uso e a disponibilidade de produtos para a sua região ou visite tarifas da Wise e preços para obter os preços mais atualizados e informações sobre tarifas.

Esta publicação é fornecida para fins de informação geral e não constitui aconselhamento jurídico, tributário ou outro aconselhamento profissional da Wise Payments Limited ou de suas subsidiárias e afiliadas, e não se destina a substituir a obtenção de aconselhamento de um consultor financeiro ou de qualquer outro profissional

Não fornecemos nenhuma declaração, garantia ou aval, expresso ou implícito, de que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

Dinheiro sem fronteiras

Saiba mais

Dicas, notícias e atualizações no seu país